Propriedades gerais dos óleos essenciais arbóreos

As árvores, e mais especificamente as coníferas, foram as primeiras plantas no processo evolutivo a produzir óleos essenciais. No início, sua função era principalmente adaptativa, para sobreviver em ambientes extremamente frios sem congelar. E seus óleos essenciais ainda hoje estão com frequência associados a tratamentos de doenças comuns no inverno, como doenças infecciosas e respiratórias. Vem saber mais sobre os óleos essenciais arbóreos!

A produção de óleos essenciais pode ocorrer em diferentes partes da planta. No caso das árvores, algumas produzem no tronco, casca e galhos, outras produzem nas folhas. Os óleos comumente chamados de arbóreos tem aroma fresco, usá-los no ambiente é se sentir dentro de uma enorme floresta. Usualmente, são extraídos das folhas de diferentes espécies de árvores, tais como pinheiro, eucaliptos, abetos, junípero, niaouli, melaleucas, ciprestes, entre outros. Embora cada uma dessas árvores tenha especificidades sobre as características químicas e distintas propriedades dos óleos essenciais, elas também têm muito em comum.

Características dos óleos essenciais arbóreos

Todos tem pineno!

Um componente presente em quantidade significativa em todos os óleos essenciais arbóreos é o monoterpeno chamado pineno. Tanto o alfa como o beta pineno tem características (em diversos níveis) antimicrobianos, anticoagulantes, antitumorais, antioxidantes, anti-inflamatórios e analgésicos. Esses compostos também podem agir de várias formas para beneficiar o nosso organismo, por exemplo, como gastroprotetor, ansiolítico, citoprotetor, anticonvulsivante, neuroprotetor e broncodilatador.

Relaxantes e estabilizantes

Outros tipos de monoterpenos são bastante presentes nos óleos essenciais arbóreos, como o sabineno, mirceno, canfeno e careno. Esses compostos apresentam características relaxantes e estabilizadoras do sistema nervoso central, além de terem uma atuação significativa como anti-inflamatórios e antimicrobianos.

Funções similares

Além disso, também é uma característica comum aos óleos essenciais arbóreos terem uma função tônica do sistema respiratório bastante importante. Isso ocorre, pois, boa parte deles – como eucaliptos, alguns abetos, niaouli e os pinheiros – têm alta presença do componente 1,8 cineol. O 1,8 cineol é um óxido com propriedades descongestionante, expectorante, mucolítico, antibacteriano, antivirótico e neurotônico.

Por fim, na parte psicoemocional os óleos essenciais arbóreos também compartilham a capacidade de trazer clareza de pensamentos, melhora da compreensão e da racionalidade, aumento do desempenho cognitivo, bem como uma maior clareza das emoções.

Óleos Essenciais Via Aroma

Entender essas semelhanças compartilhadas por esses óleos essenciais nos ajuda a compreender tanto o efeito possibilitado por cada molécula química e permite também que possa se fazer substituições no uso de diferentes óleos, quando for necessário, sem um prejuízo nas propriedades buscadas.

Confira alguns dos óleos essenciais arbóreos disponíveis em nosso catálogo.


Compre seus óleos essenciais 100% naturais no nosso site.

Acompanhe nossas redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: