O uso dos óleos essenciais em crianças: o que você precisa saber antes de começar

Alguma vez, você já deve ter escutado que os óleos essenciais são uma opção natural e interessante para auxiliar em determinadas questões com as crianças, como na qualidade do sono ou até o alívio de desconfortos gástricos. Mas, existem algumas informações de certa importância antes de que você começar a usar os óleos essenciais nos pequenos.

O que considerar?

O primeiro ponto a ser levado em consideração, é de que, o organismo de uma criança ainda está em desenvolvimento e possui um funcionamento mais delicado do que o do adulto. Por exemplo, o fígado dos pequenos ainda não está pronto para metabolizar diversas substâncias. O sistema endócrino ainda não se estabilizou no seu potencial de ação, seu sistema imunológico e neurológico ainda estão se formando e por isso são mais vulneráveis. Por esses motivos, sempre devemos tomar cuidado em relação ao uso de diversas substâncias com as crianças, desde a alimentação até os cosméticos.

Essa mesma regra, também vale para o uso dos óleos essenciais, afinal nem todo óleo essencial é seguro para uso em crianças e, mesmo aqueles que são seguros, requerem um uso pontual (não a longo prazo) e em dosagem adaptada para evitar reações inesperadas. A princípio, podemos ressaltar que óleos essenciais ricos em fenóis, aldeídos, cetonas e alguns óxidos, são proibidos para crianças, tendo relatos clínicos de efeitos colaterais de risco significativo para crianças. 

Claro que o uso dos óleos essenciais parece a opção mais saudável diante as outras, como medicamentos, pomadas ou cosméticos industrializados. Sabe-se inclusive que, o uso de industrializados pode causar alterações hormonais devido a presença de disruptores endócrinos. Mas, quando falamos sobre industrializados, sabemos sobre dezenas de testes pelos quais aquele produto passou para poder ser considerado seguro, e os óleos essenciais ainda carecem de testes, principalmente em crianças. Então, a única forma de não corrermos riscos na aromaterapia em crianças, é seguir recomendações seguras, de referência, sejam de profissionais capacitados ou livros especializados no assunto. 

Se você chegou até aqui, talvez esteja receoso com os pontos levantados sobre a necessidade de cuidado e o risco do mau uso. Mas não se preocupe demais! É possível fazer um uso muito adequado e seguro dos óleos essenciais em crianças se você buscar boas referências, oferecendo um cuidado natural de qualidade para os pequenos. Você pode inclusive iniciar o uso doméstico de óleos essenciais com segurança em crianças, seguindo as dicas do nosso e-book: Introdução ao uso de óleos essenciais no cuidado de crianças. Ele dará as indicações para iniciar esse caminho, e você pode ainda se aprofundar utilizando as referências abaixo. 

Gostou do conteúdo? Mande para uma mãe ou pai que vão adorar saber sobre o assunto. 

Referências:

FESTY, D. Cuidando dos filhos com óleos essenciais. Editora Laszlo, 2017

JAFFRELO, A. L. Aromaterapia para pequenos. Belo Horizonte: Editora Laszlo, 2017.

WORMWOOD. V.A. Aromaterapia para crianças saudáveis. Editora Laszlo, 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: